12.8.09

a aranha



Antes de todos chegarem e após todos irem embora ela estava ali. Enquanto todos comemoravam, falavam e extravasavam ansiedade, fome e sede, ela estava ali. Absorta em sua teia e alheia ao mundo de informações desencontradas que eram transmitidas sob a luz de sua casa, ela estava ali. Estava ali construindo, matando, vivendo.

3 comentários:

Denise disse...

Que profundo!

Delcio disse...

Bêbado com câmera na mão dá nisso rsrsrsrs

Brincadeira... se eu tivesse uma banda gostaria desse foto na capa do disco.

Thais França disse...

Rsss delícia tirar fotos com um pouco menos de sanidade!
Mas o fato de ter tremido não é culpa do Bacardi Black, mas da falta de um tripé...

bj!