15.10.09

delicias

Um presente bem grande para uma criança bem pequena e bem pobre
Uma rifa de quermesse premiada com o nome “Josileusa”
Uma rosa selvagem no meio do acostamento daquela estrada movimentada
Um mês de lavagem grátis do nada, quando abasteço no mesmo posto de sempre
Um velhinho do asilo feliz no dia dos pais
Uma visita de amigos inesperada naquela hora que você se sente só no mundo
Uma cesta de doces da vó, no dia em que acabaram todos os chocolates da despensa
Um Plantão do JN com Bonner e Fátima dizendo que o Brasil é líder no desenvolvimento social seguido da Paula Padrão dizendo que todas as bombas nucleares foram desmaterializadas do nada
Bombons, sorvetes e camas quentihas emagrecedoras
Um copo de água gelada depois de correr 20 minutos atrás do ultimo ônibus
Um abraço de uma criancinha cheirosa sem pedir
Sua mãe feliz dizendo que ganhará R$ 5mil para ficar em casa descansando e fazendo quitutes pro café da tarde
Uma festa de aniversário surpresa com amigos de todas as épocas sorrindo pra você
Férias remuneradas de dois meses após trabalho nos fins de semana e descanso nos chamados dias úteis :)
Tudo isso seria muito bom, mas real e tão bom só minha vida depois da Elissa ficar 20 minutos na fila do banheiro da Cachaçaria.

3 comentários:

Luís disse...

Isso aí...acho que a casualidade das coisas só deixa muito mais gostoso o rumo que elas tomaram
Fico feliz por termos tido essa sorte e salve salve o xixi da Elissa
rs

Thais França disse...

haahahahahahahahahahah
Bem na hora de intervalo da banda... horario de pico!

Priscila Lopes disse...

Nossa, momentos de tensão na Cachaçaria, hein! Eu nunca me senti assim, inspirada, em ocasiões como essa. Fico tão "instintiva", animal.