17.3.08

cotidiano raro

Estava subindo a rua e acompanhei uma despretensiosa cena romântica. Ouvi alguém comentando que ela é três anos mais velha que ele, mas não parece. De mãos dadas, eles atravessaram a rua e seguiram em frente bem devagar. Sorriam e cochichavam toda hora. Pareciam recém namorados. Casal de filme. Casal que juraria não existir.

Invejei a jovialidade da dupla que não se largou naquela fração de tempo ali, enquanto eu descaradamente invadia a vida alheia. Quando ele entrou na padaria e ela não conseguiu subir o degrau por causa das pernas bambas, ele não pensou duas vezes. Chamou ajuda, pegou a bengala e calmamente esperou que ela arrumasse, tímida, o pente que prendia os cabelos brancos e finos. Trêmulo, apertou a mão do jovem que ajudou sua mulher a permanecer ao seu lado naquele momento. Virou-se para ela e perguntou: “O de sempre, meu amor?”. Ela respondeu “sim, três pãezinhos e dois docinhos de coco”.

11 comentários:

Smartphone disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Smartphone, I hope you enjoy. The address is http://smartphone-brasil.blogspot.com. A hug.

Fabio Chiorino disse...

Sensacional. Dois parágrafos que deveriam ser impressos e distribuídos como cartão de natal no final do ano.

PS: outro hug pra vc

...Mari Calza... disse...

Ai que lindooooooooo!!!! Emocionante mesmo.

Bjoooo

Paulo disse...

Thais
Muito bonito seu texto, principalmente para mim que me aproximo da terceira idade.
Seu pai, Paulo

pés virados disse...

thais, singelo texto... acho que isso é a real cumplicidade.
pés virados está ativo novamente e o melhor, com comentários em aberto again! Passa lá! Bjocas.

Artur disse...

E pensar que algum dia isso já foi uma cena das mais banais, hein? Pena que hoje em dia seja tão raro, tão digno de registro. Obrigado por trazer um pouco de dúvida para um homem de pouca fé. Beijão!

Carol disse...

Texto chuchu.

Troquei a roupa do meu blog viu? Especialmente pra você, a única que visita (você e alguém em São Caetano...)

Kiara Carrera Guedes disse...

Desculpem-me os céticos mas eu acredito e vibro!! Meus pais são casads a mais de 40 anos e ainda saem pra namorar, quão bacana é isso?!... Só sei que é muito e tbm quero! Mentira de quem diz que não quer... afinal, é tão dificil amar quem te ama de volta...
Bjs

Calebe disse...

Seu pai é sempre uma figura, com todo o respeito, claro (sempre que venho aqui tenho que conferir os comentários dele...).


Gostei dessa cena. Impossível dizer que seja piega, brega ou qualquer coisa do tipo.

Gostei mesmo da cena.

(Que bom que é passar por aqui... - e, nesse momento, bem que você pode dizer: "esse teenager anda mais chupamedia que de costume", hahaha. Mas é um elogio sincero).

Um beijo

Calebe

Thais França disse...

Daniella, me enganou! Comentários fechados :(

Pai figura, que exagero!

Calebe, pois é, meu pai é meio doidinho... parei com a estória de teen pra vc. Tô dando uma chance!

Kiara, Fabinho, Mari e Arthur: sim, viva! nós cremos! Ou melhor, entendi que vcs tb creem...

beijos a todos... tô devagar com o blog, mas não vou fechar...

Thais França disse...

Carol, um especialmente pra vc.
Seu blog tá lindo, sorte minha e do ser de São Caetano!

Parece que o blog não vai viver só de brisa este ano, hein!

bjs tricolores.