14.12.12

Top secret




É sobre o que você menos fala que você mais gostaria de dissertar. É sobre o que você mais teme, que não pronuncia uma palavra sequer. A boca pode proferir mil coisas, mas o que é mais importante fica reservado, no silêncio. Eu, pelo menos, sou assim. Falo pra caramba, mas os assuntos mais especiais são reservados para poucos, e nunca estes poucos têm 100% do conhecimento a respeito. A discrição e a elegância devem também ter papel relevante quando o assunto é assunto importante, especial.

É praticamente a política de como se tratar um segredo. Tem coisa mais detestável que pedir segredo a alguém e esse alguém não cumprir? Detesto quem não sabe guardar segredos. Pior, detesto quem não tem a noção de quão importante é um segredo. Eu levo isso tão a sério, que as vezes me contam um e eu esqueço. Dizem que os bons padres, depois de ouvir confissões as esquecem. Não sei o quanto isso é verdade. Mas não acho absurdo. Segredos são segredos para serem guardados e não debatidos por aí.

Quando eu era criança achava que compartilhar segredos era prova de amor e amizade. Quando alguém me contava algum, repassava para minha irmã. Entre a gente não podia haver segredos! Com o tempo aprendi que quando alguém nos confia um segredo é feio compartilhá-lo e isso não significa que a confiança do outro é menor ou pode ser abalada. Quem me ensinou foi minha mãe, minha maior confidente ao longo dos anos.

Eu tenho alguns vários segredinhos, mas segredos profundos, só dois, e muito relevantes. Só os divido com Deus. Dizem que aqueles que não têm pelo menos um segredo ficam loucos. Por que será? Acho que é porque sem segredos, somos iguais, e se somos iguais, não somos especiais e se não somos especiais não temos valor, todos valemos R$ 1,99. Pensando assim, os segredos nos fazem exclusivos. Vai ver é isso. Gostei.

6 comentários:

Anônimo disse...

Thais, que saudades!
Gostei do seu texto, não se parece muito com os antigos, mas está muito legal. E vc realmente é uma pessoa confiável, de bem, alto astral. saudades de tê-la por perto. o mundo não está cheio de gente como vc e isso, infelizmente não é segredo!

beijão, Marcel
(também adorei o da retrospectiva. Comprido, mas valeu a pena ler... fora que seu texto é muito fluido, nem vi o tempo passar. Vai lá, bailarina da vida!

Junior/Ju/menino/Carlão disse...

Segredos profundos? também tenho alguns. Que só divido com gente confiável. Discrição é fundamental, principalmente, quando o assunto é sentimental.

Thais França disse...

Obrigada por passarem aqui, meninos!

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

Adorei seu espaço...parabéns pelos escritos...me visite...

Thais França disse...

Obrigada! Visitarei o seu sim, com prazer!

Thais França disse...

Obrigada! Visitarei o seu sim, com prazer!