7.2.08

Fugindo dos ‘’ante’’


Ando com uma preguiça para escrever absurda. Às vezes, geralmente quando pego um trecho maior que 15 minutos de carro, me vêm algo em mente, mas quando chego à frente do micro para escrever, tudo se esvai. Desfaz-se feito as nuvens que teimo em querer acreditar que são de algodão.

Um colega deixou por aqui o conselho de eu arranjar um “muso inspirador”, mas, sabe, acho que é porque arrumei um que não ando conseguindo escrever nada.

De fato, a melancolia, a tristeza e a solidão são grandes fontes de inspiração. A felicidade também é, mas como já sou piegas, se eu me ativer a este mote, o blog terá que mudar. Vou ter que colocar um fundo cor-de-rosa e ninguém conseguirá entrar mais aqui sem sentir açúcar na boca e coçando os olhos. E, na boa, isso não é legal. Enjoa, haja Dramin.

Então é isso. Por sorte ando feliz e muito feliz. Mas meu muso inspirador acabou com o blog! Vou me exercitar incorporando outros ‘’eu’’ e também aprender a escrever sobre coisas boas sem ser maçante, pedante ou irritante. Meu desafio agora é acabar com os ‘’ante’’, antes que o No mezanino seja fechado por placas de madeiras escuras com pregos grossos e enferrujados.

8 comentários:

Anônimo disse...

Thá,

Eu tenho algo que você escreveu em 2 minutos num estalo, numa folha de rascunho, que está guardado com muito carinho!

Sim, é bem diferente do que estava acostumado à ler aqui, mas possuía algo que você disse que sempre tentava colocar nos seus textos: algo de você!

Espero que logo você consiga achar esta essência sem ter de recorrer à melancolia, tristeza ou à solidão!

Bjs

De seu "Muso Desinspirador"

...Mari Calza... disse...

Bom, eu sou super suspeita por que adoro escrever coisas bem bobas, romanticas e bregas rsrsrsrs Vc vai ficar com dor de barriga de ler o meu livro hahahahaha

Mas seus textos são sempre bons, e adoro ler todos. Uma linha que seja. Com muso ou sem muso, vc sempre escreve lindo.

Mas sabe qual é? A felicidade e os musos mantém a mente ocupada demais. Aproveite!!!rsrs

Bjo, logo te mando a provinha

Thais França disse...

Lindo, não vai querer me ajudar, hein! Prefiro fechar o blog (óh, que declaração!! rss)

Mari, mandaaaaaa! Quero ler! Acredita que até já pensei num parágrafo que vou escrever?!!

beijos

Thais França disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

Thais
A felicidade deveria ser uma fonte de inspiração,e é, daqui para frente vc verá como ela vai aparecer e seu blog ficará recheado de textos interessantes lidos por muita gente ...
Seu pai.

Renata disse...

Querida. Escrever no seu blog é ótimo, mas estar com o "muso" é bem melhor! Prefiro vc silente e feliz do que verborrágica e triste. Aos poucos as coisas vão se ajeitando e vc terá sua "veia" criadora de volta, no momento aproveite a "veia" da paixão.

Beijos.

Carol disse...

É bom você começar a assistir aqueles filmes bem dramáticos ou visitar asilos ou orfanatos ou pessoas que tiveram a casa derrubada pela prefeitura pq estavam em uma ocupação irregular.

Senão fico de mal!

Anônimo disse...

Olha, eu escrevia sobre qualquer coisa que me acontecesse, sempre com aquele colorido mais interessante, ou mais pungente, mas aí aconteceu que apareceu uma musa em minha vida. E sabe o que acontece agora? Eu só quero escrever sobre ela e sobre nós. E acho que escrevo cada vez melhor, acho que são textos com mais potencial, mas... já percebi que os leitores enjoam rápido. Preferem ler sobre o meu mal humor tomando chuva na cabeça ao invés se deleitarem com o meu tesão.
Moral da história: não sei, se você souber, gimme some help. Ainda tô escrevendo muito sobre ela, com poucas variações.
Beijão.