19.6.07

Divina e graciosa



Lindíssima, estátua majestosa. Até Vênus, astro tão brilhante de qualquer céu capaz de ser visto à luz do dia, fica pequeno e bobo do seu lado no negrume mudo e contemplador. Se esconde por trás de você, faz movimentos circulares menos elípticos que os outros, tenta diferenciar-se para ganhar lugar, para lhe chamar a atenção. Se as mulheres são mesmo de Vênus era lá que eu gostaria de estar, para idolatrá-la mais de perto e sob tua sombra admirar com resignada pequenez todo o universo.
_______________________________________________________________

No céu visto de Amã, capital da Jordânia, o planeta Vênus (o ponto brilhante à direita) é eclipsado pela Lua crescente. (Foto da Reuters, no álbum de fotos do Uol de 18-06-07)

5 comentários:

Anônimo disse...

Thais
Quanto romantismo para venerar a Lua e o planeta Vênus, será que está apaixonada ?
Seu Pai
Paulo

Renê disse...

Texto cheio de mistério, com certeza. Porém, tenho que concordar que a lua é mesmo uma estátua majestosa. Belas palavras.

Hoje teve atualização do Drunk Memories, se tiver um tempinho, passa lá.

Abraços!

Thais França disse...

Pai, a lua é apaixonante! Lembra do céu em Anhanguera quando íamos ver o Pedro, na BA?

Renê, vou dar uma olhada e deixo um recadinho. Valeu por dar uma chegadinha aqui.

Cláudio de Souza disse...

Ó, não gostei do texto. Anyway, a foto fui em quem escolheu e pôs no álbum. E na home.

Thais França disse...

Ardido!
Você apenas me apresentou a esta foto - e lhe agradeço. Beijo.