17.10.07

50% powerful

queria que o vento fosse mais que mágico, fosse também profeta
e que as dúvidas fossem ridicularizadas por uma certeza nua

queria que o vento não só bagunçasse a cena, mas também tirasse do chão
não só fizesse voar todos os papéis daquela bolsa cheia de coisas sem sentido
mas desse visões futuristas que explicassem porque continuam lá ocupando espaço

acontece que o vento mexe tudo, mas quem se movimenta é quem arruma os cabelos e põe as mãos no bolso
acontece que o vento não é profeta, é só mágico.

2 comentários:

Paulo disse...

Thais
Mexer-se faz bem , o vento nos motiva ...
Seu pai, paulo

Friend disse...

é m'gico, é profeta, asta crer na direção do seu caminhar