11.10.07

Lembrança relâmpago


Lembrou de quando morava em São Paulo e sentiu saudade. Não da cidade natal, onde mal viveu, mas da época em que isso aconteceu. Ainda nem batia na cintura da mãe e agarrava-se nas pernas dela, quando ia atender à porta.
- Hoje são três de abacaxi e três de maracujá. Volta na sexta?
- Obrigado.
- Obrigada, bom dia.

Bate a porta. Ela corre para a cozinha e bebe o Mammy que não dá alergia, como o leite de vaca. Cresceu fortinha e passou a mãe. É a mais alta das três mulheres da casa, com 1,66m.

4 comentários:

Bru disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bru disse...

adorei!!

senti na pele essa emoção

Thais França disse...

Rsss, obrigada, Bru!
bj

Paulo disse...

Thais
vc se lembra disso, eu também, maior das 3!